Comunicado

"Pela troca de servidores, o Portal da Transparência da Câmara Municipal de Parnamirim estará fora do ar até as 16:00 horas de hoje, dia 2 de junho de 2016. Pedimos sinceras desculpas pelo transtorno."

Lei de Diretrizes Orçamentárias 2018 é discutida em audiência na Câmara

A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o ano de 2018 foi discutida em audiência pública na manhã desta segunda-feira (24) na Câmara Municipal de Parnamirim. Uma equipe de governo da prefeitura, composta pelos secretários de Finanças e Planejamento, Giovani Júnior e Carlos Aurélio, apresentou a peça orçamentária aos vereadores e sociedade  presentes no Plenário Dr. Mário Medeiros. 

A presidente da Comissão Permanente de Finanças, Orçamento,  e Fiscalização Financeira da Câmara, vereadora Kátia Pires (DEM) abriu a audiência destacando a importância de se debater a LDO. “É de fundamental importância discutir essa peça que  orientará a elaboração da lei orçamentária anual e traça o plano tático do  que o Município poderá fazer em benefício para a população”, frisou. 

Na oportunidade, o secretário adjunto de Finanças e Planejamento, Carlos Aurélio, fez uma explanação detalhada com orçamentos, despesas e receitas na LDO para o próximo ano. 

“A previsão de receitas é de 463 milhões para 2018. A partir daí, para os próximos anos, teremos um incremento de receitas próximo dos 5% ao ano. Por outro lado, temos despesas que esperamos diminuir enxugando a folha pessoal. Vale salientar, que o limite de gastos obrigatório é de 54% e o município excedeu para 56%. Então, se faz necessário os esforços para nos adequar ao limite, equacionando as despesas”, explicou. 

Após a explanação, foram abertas as palavras aos vereadores e a plateia. A presidente da Associação dos Moradores do bairro de Cidade Verde (Amoverde), Mônica Vilas Boas, cobrou melhorias em obras na localidade. “Aproveito essa oportunidade para parabenizar a Câmara pela iniciativa, mas estou aqui para lembrar que Cidade Verde aguada há quase 20 anos por melhorias em obras de pavimentação”, disse. 

Após a audiência, a Comissão Permanente de Finanças determinará  um prazo para o recebimento das emendas. A expectativa é que a Câmara vote ainda esta semana a LDO. 

VOLTAR