Comunicado

"Pela troca de servidores, o Portal da Transparência da Câmara Municipal de Parnamirim estará fora do ar até as 16:00 horas de hoje, dia 2 de junho de 2016. Pedimos sinceras desculpas pelo transtorno."

Cobrança por resgate histórico de Parnamirim marca retorno da “Tribuna Livre”

A 23ª sessão ordinária deste ano, realizada na noite desta terça-feira (27), na Câmara Municipal de Parnamirim ficou marcada pelo retorno do dispositivo “Tribuna Livre” – que tem o objetivo de dar voz direta a representantes da população para o exercício da cidadania. Na ocasião,  a primeira edição de 2018 da Tribuna Livre teve como tema a cultura de Parnamirim. 

O agente cultural, Ednardo Bernardino Rodrigues Lopes - o “Tocha” – teve direito ao uso da palavra. Tocha apresentou projetos que defendem o patrimônio histórico, cultural, arquitetônico e natural do município, além  da sugestão de criação do instituto histórico antropológico  e a sugestão de criação um projeto de lei de incentivo à cultura pelo Legislativo.

“Nossa cidade é muito empobrecida por falta de ações e investimentos na área cultural. Então se faz necessário um olhar mais sensível, por exemplo, a um resgate histórico à história da aviação de Parnamirim e nós não exploramos quase nada sobre isso”, disse Tocha.

A vereadora Vandilma Oliveira (PMDB) elogiou o discurso de Tocha e reforçou o discurso por ações mais relevantes na área cultural do município. “Vale salientar que já realizamos aqui nesta casa, um encontro para debatermos essa temática de fundamental importância para todos nós. Sabemos que as dificuldades em se fazer cultura são enormes, mas precisamos discutir diariamente para que soluções concretas sejam eficazes. Sobre a lei de incentivo, já estamos estudando e em breve esta casa aprovará”, falou a parlamentar que representa a Frente Parlamentar em Defesa da Educação e Cultura. 

A sessão também contou com a presença do presidente da Câmara, Irani Guedes e os demais vereadores Ítalo Siqueira, Thiago Cartaxo, Pastor Alex, Gustavo Negócio, Betinho da Mala, Abidene Salustiano e Rogério Santiago, além das vereadoras professora Nilda, Ana Michele, Rhalessa Freire, Fativan Alves e Kátia Pires. 

Tribuna Livre

O dispositivo foi criado pelo vereador Rosano Taveira (PRB), em 2003, através da Resolução nº 007/2003. De acordo com o documento, a Tribuna Livre pode ser usada na última sessão ordinária do mês, e tem duração de até 30 minutos. O cidadão inscrito pode usar a palavra, na tribuna da Casa, pelo tempo máximo de 15 minutos. Sendo assim, em cada sessão da Tribuna Livre, podem se inscrever até duas pessoas que tenham domicílio eleitoral em Parnamirim.


VOLTAR