Comunicado

"Pela troca de servidores, o Portal da Transparência da Câmara Municipal de Parnamirim estará fora do ar até as 16:00 horas de hoje, dia 2 de junho de 2016. Pedimos sinceras desculpas pelo transtorno."

Câmara discute ações de cooperação com prefeitura e Polícia Civil

Uma reunião na manhã desta quinta-feira (8) reforçou o diálogo e parceria entre a Câmara Municipal de Parnamirim, a prefeitura e a Polícia Civil do Rio Grande do Norte para ações de cooperação em segurança pública. 

O presidente da Casa legislativa, Irani Guedes (PRB), acompanhado da vereadora Rhalessa Freire(podemos), esteve reunido com o prefeito Rosano Taveira e representantes da Polícia Civil, entre eles, a delegada Paola Maués – presidente da Associação dos Delegados de Polícia Civil do RN(ADEPOL).  O encontro ocorreu no Centro Administrativo.

A reunião teve como  pauta principal a realização de ações de cooperação entre os poderes Legislativo e Executivo junto a Policia. Na ocasião, foram discutidas melhorias referentes à segurança pública no município, além  de sugestões relacionadas à área. 

O presidente da Câmara, vereador Irani Guedes, afirmou  que o Legislativo estará à disposição para ajudar a melhorar as ações da Polícia no município. “Vamos nos empenhar para tentarmos ajudar, afinal  os órgãos públicos precisam trabalhar integrados a fim de buscarem melhores resultados que beneficiem cada vez mais e que a população tenha esse resultado na área da segurança”, disse. 

O prefeito Rosano Taveira também foi sensato e garantiu que a prefeitura se empenhará ajudar a Polícia Civil em Parnamirim. “Vamos continuar dando todo apoio para que a Polícia Civil possa fazer o seu trabalho, embora questão de segurança pública seja uma atribuição do estado, mas o poder municipal não pode ficar alheio, tanto que nosso governo criou a Secretaria Municipal de Segurança, para que possamos trabalhar em parceria para o bem da nossa população”, justificou. 

O encontro também reuniu o delegado da 2ª Delegacia de Polícia de Parnamirim, Carlos Brandão, e o chefe de investigação, Tadeu.

 


VOLTAR