Comunicado

"Pela troca de servidores, o Portal da Transparência da Câmara Municipal de Parnamirim estará fora do ar até as 16:00 horas de hoje, dia 2 de junho de 2016. Pedimos sinceras desculpas pelo transtorno."

CÂMARA DEBATE AMPLIAÇÃO DO SERVIÇO DE MOTOTÁXI EM AUDIÊNCIA

A estruturação, legalização e ampliação do serviço de mototáxi em Parnamirim foram debatidas em audiência pública ontem (10) na Câmara Municipal. A ação, que foi proposta pela vereadora Ana Michele (PT), reuniu mototáxistas, representantes da prefeitura e usuários. 

A audiência teve como fator principal discutir relevância do serviço, padronização, fiscalização preventiva e respeitosa, além da lei municipal do serviço de mototáxista e o decreto que tramita no Poder Executivo  para concessão de descontos dos débitos anteriores (multas e anuidades) e a ampliação do número concessões de 497 para 689 mototáxistas. 

“Esse momento se faz necessário pela relevância da temática e de propormos encaminhamentos que  fortaleçam a categoria por parte da sociedade e dos poderes públicos”, enfatizou a vereadora Ana Michele. 

Representando a categoria no âmbito municipal, Giovani Pereira, disse que a ampliação não é o suficiente. “Esse aumento não vai resolver, pois existem mais de 600 mototáxis que estão na ativa e precisam ser cadastrados para evitar a clandestinagem”, afirmou. 

O secretário municipal de Segurança, Defesa Social e Mobilidade Urbana (Sesdem), Marcones Rodrigues, ressaltou que o próximo passo será a criação de uma chamada pública para preencher as vagas. “Atualmente, nós temos um mototáxista para 370 habitantes. Baseado nessa equação que a lei determina, foi ampliado o número de concessões”, frisou. 

Ao final, os mototáxistas puderam relatar suas dificuldades e fazer questionamentos. Além disso, alguns encaminhamentos foram propostos, como: relatório com diagnóstico do quadro dos mototáxistas, estudo para padronizar as centrais, maior articulação com o executivo, dentre outros. 

Também estiveram presentes na audiência as vereadoras Kátia Pires, Fativan Alves, Rhalessa Freire e professora Nilda, além dos vereadores Ítalo Siqueira, Binho de Ambrósio, Pastor Alex e o presidente da Câmara, Irani Guedes. 

VOLTAR